Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 2 de abril de 2011

Atlântico Line - Menos 35 escalas no Porto da Graciosa em 2011

A Atlântico Line, já publicou na sua página, os horários relativos à operação ferry 2011. Da observação dos referidos horários, verificamos, tal como a própria empresa havia dito, que raramente existe navegação ás 3ª-feiras e Sábados, observa-se também que a duração das escalas nos portos foram reduzidas de 45 minutos para 30 minutos. Quanto ao porto da Graciosa verifica-se uma redução de 35 escalas em relação ao ano de 2010, convem também referir, que por exemplo o porto da Praia da Vitória também têm uma substancial redução no nº de escalas, isto apenas para não se pensar que a redução de escalas se resume á ilha Graciosa. No entanto na minha humilde opinião, acho que existe uma melhor rotação, pois nem sempre quantidade significa qualidade, e também convém não esquecer que no ano anterior o "Express Santorini", efectuou algumas escalas compensando a falha da Transmaçôr.
                                      2010 -2011
N/F "Express Santorini":   65      55
N/F "Hellenic Wind"     :   45      20
Total                            :  110    75 = - 35 escalas.
(©) Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.

10 comentários:

Ricardo disse...

Mais uma baixa para a Graciosa.

Manuel disse...

Amigo Ricardo, é de facto uma baixa que por exemplo se verifica na PVT, que perde mais de 100 escalas, não fiz nenhuma análise a os outros portos mas devem ter perdido também.
Abraço,
Manuel

Anónimo disse...

A Atlanticoline colocou os itinerários à discussão pública, pelo que me parece não ser oportuno fazer qualquer crítica nesta altura.

Manuel disse...

Caro Visitante, Obrigado pelo comentário, mas se ler bem eu não fiz nenhuma critica á Atlanticoline, repare no que escrevi " No entanto na minha humilde opinião, acho que existe uma melhor rotação, pois nem sempre quantidade significa qualidade, e também convém não esquecer que no ano anterior o "Express Santorini", efectuou algumas escalas compensando a falha da Transmaçôr".
Não me parece que esteja a criticar, apenas fiz uma comparação com o ano anterior, acho que isso não tem mal absolutamente nenhum.
Aliás se reparar nos posts sobre a Atlanticoline, não sou critico em relação a essa empresa. Posso até dizer que numa entrevista no programa acores.rtp.pt, afirmei que não havia problema com as ligações ferry.
Cumprimentos e volte sempre
Manuel

Ricardo disse...

Bem Manuel parece que a Atlânticoline lê o seu blog. Por isso vou aproveitar para dizer publicamente que não gosto dos modos de actuação dessa empresa. Já agora que eu saiba essa divulgação pública deve ter sido mais uma daquelas que foi efectuada, mas "pela calada".
Comprem mas é um navio próprio nem que seja made in China e ofereçam um serviço de qualidade a quem vos dá o emprego, senão ainda entra aí um operador estrangeiro e já se sabe o que acontece depois.

Manuel disse...

Boas Amigo Ricardo, outro operador inter-ilhas? humhumm... nem pensar. O que eu gostava era de a Atlanticoline se afirmar definitivamente como um operador ferry todo o ano, mas penso que isso não irá acontecer.
Já agora se o nosso Visitante nos souber ou poder responder, gostava de saber se com as rampas ro-ro, teremos por exemplo camiões a circular durante as operações ferry futuras?
Abraço,
Manuel

Jorge Azevedo disse...

As criticas devem ser tomadas sempre como construtivas, pois são com elas que quando temos boa vontade se melhora algo que pode não está bem, a humildade de aceitar um comentário contrario ao seu, é algo muito nobre.
Na minha opinião mais um ano o Grupo Ocidental fica penalizado e por arraste os restantes Açorianos, com apenas uma ligação quinzenal no pico do Verão.

Manuel disse...

Boas Amigo Jorge, concordo consigo. Muitas vezes penso comigo mesmo que quando protestamos por causa das ligações ferry, de facto muitas vezes nos esquecemos das Flores e Corvo, que quanto a mim são bastante penalizados.
Bem para que a minha ideia possa também ser criticada, acho que eu criava duas linhas (Azul e Verde) com dois ferrys com uma velocidade de 22 nós. Linha Azul, partida das Flores, parando em Horta-Pico-S. Jorge-Graciosa-Terceira- S. Miguel- Santa Maria.Linha Verde- Santa Maria- S. Miguel-Terceira-Graciosa-S. Jorge-Pico-Faial-Flores.Ou seja um navegando de Este para Oeste eoutro de Oeste para Este, tal como se fosse duas linhas de metro, permitiria-nos deslocar nos dois sentidos com grande facilidade e não havia Açorianos de 1ª e de 2ª. Aliás era mais ou menos isto que fazia o Ponta Delgada. Para rentabilizar o serviço ferry, ou diminuir os custos, incluia carga rodada, entre todas as ilhas, criando estradas entre as ilhas, e aumentando a possibilidade de relacionamento comercial.
http://oportodagraciosa.blogspot.com/2009/08/meu-querido-ponta-delgada.html
fica aqui o antigo horário de Ponta Delgada.
No post escrevi que havia melhor rotação dos ferrys, pois têm uma diferente filosofia, com a qual concordo.
Um Abraço,
Manuel
PS. Ja agora uma questão ao nosso visitante anónimo(a), onde e quando,é que esteve os horários disponiveis para discussão publica, aqui na Graciosa?

luis disse...

olá amigos estes horários não me convencem e tem mais uma vez preferências o Hellenic Wind vai operar só para beneficiar os portos de são Miguel e Vila do Porto onde ele vai fazer mais escaladas, no Pico escala 2 vezes, São Jorge 2, Horta 1, talvez querem fazer como o canal PICO FAIAL.porque de 2 portos na Terceira ? a uma desligação entre algumas ilhas por ex mês junho foi as Flores 1 vez em julho ta previsto 3 idas em agosto 2 idas co porque?

Manuel disse...

Boas Luis, Obrigado pelo teu comentario, olha que penso que ficas mais bem servido com o Santorini do que com o Hellenic, esta é pelo menos a minha opinião.
Abraço
Manuel