Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sábado, 23 de fevereiro de 2013

A rampa o futuro e a prosa

Apresento um conjunto de imagens relativas à construção da rampa ro-ro do porto da Graciosa, que se encontra em fase avançada de construção. As imagens são referentes ao dia de ontem e de hoje, dia que marca o inicio da fase de betonagem do "piso".
Tenho enormes expectativas depositadas nesta rampa, não por esta resolver sozinha qualquer problema, mas por permitir que exista condições para que  possa "nascer", uma nova era no que aos transportes marítimos insulares diz respeito. 
Não serei capaz de compreender, que existindo condições para haver um serviço ferry nos Açores como existe nos arquipélagos vizinhos à dezenas de anos,  se limite a sua futura utilização afim de proteger alguns "Illuminati". 
(©) Copyright fotos: MM Bettencourt, Graciosa.

Entre a Praia da Terceira
E a Praia da Graciosa
A manobra é certeira
Quer em rima quer em prosa.
Os ferry's galgam o mar
E os portos com fartura
Quando querem atracar
Têm de haver rampa segura.

Somos os bons passageiros
O luxo da Região
No Verão bons marinheiros
Com direito a diversão.

Bem-haja quem nos recebe
Em cada porto de mar
E também pra quem concebe
O "roll" pra sair e voltar.

(©) Copyrights: Poema de Rosa Silva ("Azoriana") -Azoriana Blogue





5 comentários:

F.Henriques disse...

Amigo Manuel,parabens pelas fotos da rampa RoRo pois nota-se que esta numa fase muito adiantada pois concordo que estes envestimentos nao deviam ser so para ser utilizados ums meses no verao. Cumprimentos

Manuel disse...

Boas Amigo Fernando Henriques, é como lhe digo os "Illuminati", vão fazer tudo para impedir!
Abraço,
Manuel

Rosa Silva ("Azoriana") disse...

Caro Manuel. Numa pesquisa efetuada há pouco deparei-me com o seu artigo e a minha dedicatória. Estou muito feliz por presenciar o feito, a grande e fabulosa rampa que tanto bem fará ao trânsito de passageiros e às cargas e descargas. Ainda bem que se efetivou o sonho que era comum a mais gente também. Se eu pudesse até desenhava os versos na rampa para marcar a efeméride.
Abraço e muito obrigada por içar aqui a minha criação.
Rosa Silva

Manuel disse...

Cara Sr Rosa Silva,

Eu é que agradeço o envio da prosa, por vezes quando falo da rampa gosto de publicar esta sua prosa, para mim é uma espécie de hino às rampas!

Um Abraço e obrigado
Manuel

Rosa Silva ("Azoriana") disse...

O Manuel chama-lhe prosa, eu chamaria isso mesmo "hino às rampas" :)
Um dia, se tiver saúde e vida, quero visitá-lo por essa rampa :) Oxalá seja para o próximo ano. Bem-haja!
Abraço
Rosa Maria

Nota: Estive a navegar por muitos dos seus artigos e vejo que tem informação valiosíssima e com muito trabalho da sua parte. Merece os maiores elogios e tem mérito toda a sua obra em prol da navegação insular e além-mar. Parabéns!