Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Plano Integrado de Transportes estará em marcha até ao final deste ano, garante Vítor Fraga

© Copyright Texto e 1ª foto: Gacs.
O Secretário Regional do Turismo e Transportes anunciou hoje que o Plano Integrado de Transportes estará “em marcha" até ao final do ano, salientando que este plano fará uma "interligação" entre o transporte aéreo, marítimo e terrestre, dando assim resposta à preocupação permanente que o Governo tem com a mobilidade de todos os açorianos.


Vítor Fraga, que falava na cerimónia de inauguração da sede da delegação do Automóvel Clube de Portugal (ACP) em Ponta Delgada, salientou que o Governo dos Açores, com o Plano Integrado de Transportes, dá “mais um passo para aquilo que hoje é fundamental, que é termos transportes e, acima de tudo, transportes eficientes que assim correspondam às verdadeiras necessidades de todos aqueles que os utilizam”.


O Secretário Regional lembrou ainda que o Executivo tem vindo a fazer ao longo dos anos um conjunto de investimentos, quer na rede viária, quer também ao nível da prevenção rodoviária, num trabalho que visa diminuir a taxa de sinistralidade nas estradas açorianas e que tem dado resultados positivos nos últimos anos.

Vítor Fraga lançou, por isso, um desafio ao ACP para que “se junte ao Governo dos Açores e a todas as outras entidades que, ao longo dos anos, têm vindo a atuar nesta área", de forma a tornar "essa prevenção efetivamente mais eficaz" e, por essa via, reduzir a sinistralidade.


Para o titular da pasta do Turismo e Transportes, o ACP pode também, através da sua base de associados, ajudar a promover os Açores e assim assumir um papel ativo na captação de fluxos turísticos para a Região.


O Secretário Regional manifestou “grande satisfação” pelo empenho do ACP em desenvolver toda a sua atividade nos Açores, facultando aos açorianos “um serviço de excelência em prol do automóvel e dos automobilistas e também em prol da prevenção rodoviária”.

5 comentários:

CAP CRÉUS disse...

Olá,

Muito cuidado com a subserviência relativamente ao automóvel.
Esse senhor do ACP é uma praga e apenas vê carros à frente, não se importando com estacionamento selvagem, com ambiente, com falta de espaço para peões, ciclistas. É tudo virado para o carro e os Açores não precisam de excesso de carros.
Mais uma vez o governo regional a dar um tiro no pé. Parece-me bem.

Manuel disse...

Caro Cap Créus, obrigado pelo comentário.

Eu não simpatizo com o Carlos Barbosa, nem pouco mais ou menos, ajudou a uma gestão danosa no meu clube, e isso basta-me para o querer ver longe de mim!
Bem agora já sabe qual as minhas cores :)

Abraço,
Manuel

Rui Carvalho disse...

Caro MMCB

És AZUL manel ?

Abraço

ErrE

Manuel disse...

ahahhahah azul???

Então ErrE, não sou perfeito, mas também não exageres!



Abraço
Manuel

CAP CRÉUS disse...

:-)
Uma vergonha esse senhor.
Em tudo o que diz...