Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 8 de dezembro de 2013

Um cruzeiro no canal, Faial-Pico



 Dia 6 de Dezembro de 2013, partida ás 7.30 do Terminal Marítimo do porto da Horta no, "Cruzeiro do Canal", destino, porto da Madalena. Para muitos esta é uma viagem rotineira, uns vivem na Horta e trabalham no Pico, outros vice-versa, e  outros em mero passeio turístico aproveitando para experimentar a travessia do canal.
Na Horta o novo Terminal Marítimo inaugurado a 28 de Julho de 2012, oferece excelentes condições aos passageiros: Do outro lado, no porto da Madalena, relativamente em breve estará a funcionar um Terminal de passageiros com iguais condições, contribuindo conjuntamente com a futura entrada em operação dos novos ferry, ("Mestre Simão", e "Gilberto Mariano"), para uma efectiva  melhoria das condições oferecidas a todos os que utilizam esta ligação. Uma das melhorias efectivas e importantes será o factor ro-ro, dos novos navios o que permitirá por exemplo o embarque das ambulâncias, e outros veículos comerciais de dimensão adequada.
Algumas das fotos são relativas ao actual estado de execução das obras no novo Terminal. Outras registam algumas embarcações carismáticas que foram e são história deste canal, algumas traineiras de "férias", sem esquecer o "Cecília A" da EBP (Empresa de Barcos do Pico). No regresso à Horta, tempo para mais um registo do futuro "dono" desta ligação, "Mestre Simão", que parece ainda estar a aprender com os experientes "cruzeiros".
Este post é dedicado em forma de Agradecimento ao meu Amigo, Miguel Nóia!
Post´s relacionados:
Inaugurado o novo Terminal Marítimo de passageiros do porto da Horta
Movimento no Terminal Marítimo do Porto da Horta
© Copyright fotos: MM Bettencourt.




















2 comentários:

reimar disse...

Bom dia Manuel,
Votos de bom Domingo e festas felizes.
Estou-lhe muito grato pela possibilidade de matar saudades da viagem de ligação entre a Horta e a Madalena, tantas vezes por mim repetidas e nem sempre nas melhores condições de tempo e mar. Não posso nem devo deixar de elogiar ambos os "Cruzeiros", que se revelaram excelentes construções realizadas no actualmenhte decrépito estaleiro de S. Jacinto, de onde saíram alguns dos bons navios das frotas do país. Não posso nem devo deixar um elevado elogio aos mestres das lanchas e ao pessoal nelas embarcado, pela atenção e cuidado posto a cada viagem efectuada; até nos momentos piores em que uma boa parte dos passageiros (principalmente mulheres) rezavam para que a lancha chegasse ao destino. Garantidamente não imagina quanta satisfação tenho por saber do interesse em melhorar as condições de partida e chegada em ambos os portos, muito embora ainda haja pequenos pormenores a melhorar. A foto 4 mostra um lago de água da chuva a atrapalhar quem desembarca, embarca e trabalha nesse terminal, que julgo ser na Madalena. E por falar na Madalena revejo o estaleiro com diversos atuneiros possivelmente em trabalhos de manutenção e, muito lamentavelmente por lá continua a lancha Espalamaca a apodrecer, e talvez até a Calheta, que pelo muito que navegaram, mereciam ter melhor destino.
Um grande abraço e até sempre,
Reinaldo Delgado

Manuel Bettencourt disse...

Caro Reinaldo,

Obrigado pela visita e comentário!

Ainda bem que gostou da nossa viagem, de facto trata-se de uma ligação especial nos Açores.
Mesmo não sendo faialense, nem picoense, fico feliz que aqueles que usam esta ligação tenham brevemente excelentes condições! Além dos passageiros estou a pensar nos doentes que fazem esta travessia de maca.

Um grande Abraço e volte sempre, e que tenha Umas Festas Felizes, com a riqueza da Saúde que por vezes não valorizamos!
Manuel