Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Safehaven Marine, lançou à água a nova lancha de Pilotos da APSS, SA


© Copyright fotos: Safehaven Marine, Irlanda.
Os estaleiros irlandeses, Safehaven Marine Limited, lançaram ontem à água a nova lancha de Pilotos, "Baía de Setúbal", destinada à, APSS-Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA, na sequência do contrato de aquisição celebrado no dia 12 de Agosto de 2013.
 A aquisição desta nova embarcação especializada, que terá um custo de cerca de 523 mil euros. Tem como objetivo melhorar as condições de resposta, em tempo e em segurança, do serviço de pilotagem,  concorrendo assim para a melhoria da operação e da competitividade do Porto de Setúbal.
A "Baía de Setúbal", é um modelo Interceptor 38/11,5 mts, sendo o casco um "Genesis 38", da autoria do próprio estaleiro. Este modelo destinado a Setúbal, é  idêntico ás  4 lanchas de pilotos entregues em 2012 à Portos dos Açores, SA (Ver Aqui), excepção feita ao gancho de reboque.
Comprimento: 11,7 mts.
Boca: 4,1 mts.
Calado:  1, 35 mts.
Deslocamento: 12, 250 kgs ( em leve)
Capacidade de combustivel: 1500 litros.
Velocidade: 25 nós max @ 2300rpm, operational @ 85% of MCR (1955 rpm) 20 nós.

A Safehaven Marine, foi fundada em 1998 pelo seu Diretor, Frank Kowalski , que já registava  uma ligação  à industria naval. Frank Kowalski, é o responsável pelo design e arquitetura naval de todas as embarcações que a empresa construiu ao longo dos últimos 14 anos, que incluem a concepção do agora famoso monocasco ,"Interceptor",  produzido em  seis tamanhos diferentes de 11 m até 18 m , bem como a gama "Wildcat Catamaran" embarcações de apoio offshore-eólico,  e navios de pesquisa hidrográficas. 
Nos anos de 1997 a 2005, a sua empresa cresceu e expandiu-se a um ritmo constante. Até 2006 construiu mais de 60 embarcações. As suas construções nesta fase ganharam uma boa reputação por possuir excelentes qualidades de  "seakeeping", combinadas com um toque de design elegante e gracioso.
Em 2004, o Porto Comercial de Cork, porto local da, Safehaven, lançou um concurso internacional para uma  nova lancha de pilotos. O "Habour Master", conhecedor do design da Safehaven Marine, especialmente o modelo "Interceptor 42" (monocasco casco de 13 metros) , sugeriu que projectassem uma lancha de pilotos baseado nesse casco e  entrassem no concurso. A Safehaven Marine aceitou o desafio e projetou o que 7 anos mais tarde tornar-se-ia considerado como uma das lanchas de pilotos mais bem sucedidas do mercado. A  experiência de Frank Kowalski,  na operação de embarcações comerciais offshore no  agitado mar do norte, levaram-no a conceber um meio de deslocamento semi profundo em forma de  'V', casco chine gêmeo que combinou boas habilidades marítimas, mas também a confiança inspirando segurança e estabilidade. 
Em 2005, a lancha de pilotos de, Cork, foi entregue e provou ser uma boa aposta . O sucesso dessa embarcação levou a Safehaven Marine, a garantir encomendas para Dublin,  Portland,  St Malo , Malta, Figueira da Foz , Averio e Bayonne  e muitos outros portos desde então.

Sem comentários: