Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Porto da Praia da Vitória recebe novos empilhadores

 Chegaram ao porto da Praia da Vitória, no passado dia 6 do corrente mês , quatro novas máquinas de movimentação horizontal, sendo uma do tipo reachestacker, uma de garfos com capacidade para 33 tons e duas  com capacidade de elevação de 3,5 tons. Estes equipamentos que passam a fazer parte da frota do porto terceirense, são o resultado de um concurso público lançado ainda pela Portos dos Açores, SGPS, sociedade que anteriormente detinha a totalidade do capital social das então três Administrações portuárias Açorianas ( APTG, APTO e APSM), e que visava a aquisição de quatro empilhadores do tipo "Reach stacker". Estes com capacidade  de elevação, de contentores de 9' 6'' na primeira fila e quarta de  altura, de 42 toneladas sob o "spreader" e 1 do tipo de empilhador frontal de garfos com capacidade de elevação de 33 toneladas, a 1.200mm da fase vertical dos garfos para operarem nos portos sob jurisdição da APTO, S.A. e da APTG, S.A., sendo estes equipamentos destinados  aos portos de: Porto de São Roque, na ilha do Pico; porto das Lajes, na ilha das Flores e porto da Praia da Vitória, na ilha Terceira.
De salientar que a DG-PTG, atravessa um momento de renovação ao nível do equipamento portuário ( que ainda não está concluído), algo absolutamente essencial em qualquer porto, falando-se já na hipótese de ser adquirida mais uma grua portuária  que poderá contribuir para oferecer aos armadores melhores condições de operação no porto terceirense.
(©) Copyright fotos: 1ª, 2ª, 5ª, 7ª, 9ª a 12ª,  Joel Lima, Praia da Vitória.
(©) Copyright fotos: 3ª, 4ª, 8ª, Carlos Medeiros, Praia da Vitória.
Vídeo: autoria Joel Lima.

Sem comentários: