Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

N/M "MADEIRENS​E 3" no Porto da Praia da Vitória

Na sequência da aquisição da "BOX LINES" pelo grupo madeirense SOUSA por um valor aproximado de 10 milhões de euros fez a sua estreia no Porto da Praia da Vitória o N/M "MADEIRENSE 3", substituindo o nosso conhecido N/M "APOLO". Não tem sido uma estreia auspiciosa no que respeita ao mau tempo, tendo sofrido o navio alguns dissabores devido a esse facto, não deixando no entanto de cumprir a sua rotação semanal como previsto.
DADOS TÉCNICOS:
Nome: MADEIRENSE 3
Data e Hora da entrada: 17.02.2011 - 11:00
Indicativo de chamada: CSCC
Nº IMO: 9126467
Porto de registo: FUNCHAL
Bandeira: PORTUGUESA
Ano de construção: 1996
Comprimento f. a f.: 122.55 mts.
Boca máxima: 19.00 mts.
Porte (DWT): 6.917 tons.
Arqueação bruta: 5.712 Mtons.
Arqueação líquida: 2.649 Mtons.
Calado máximo à entrada: 5,70 mts.
Último porto: Ponta Delgada.
Próximo porto: Horta.
Tipo de carga: Contentores e Carga Geral.
Potência do auxiliar de proa: 400 KW.
Potência da Máquina Principal: 6.300 KW.
Armador: Empresa de Navegação Madeirense.
Agência: OCEANICA, LDA. - Jorge Meneses.
Nome do Comandante: João Silva.
Piloto de serviço: Henrique D'Almeida.
(©) Copyright texto e fotos: Cte. Rui Carvalho, Praia da Vitória.

4 comentários:

Anónimo disse...

Com um navio maior a BoxLines já começou a roubar carga à Transinsular. A Mutualista Açoreana que se cuide senão também vai perder contentores para os madeirenses

Manuel disse...

Boas, Caro Visitante, Obrigado pelo comentário e pela visita. Interessante era sabermos que queda se verifica nas cargas e perceber se a crise já se faz sentir nesse aspecto.
Cumprimentos e volte sempre,
Manuel

Anónimo disse...

Aqui na Praia da Vitória só vejo é a BoxLines trazer cada vez mais carga, enquanto que a Transinsular anda a brincar com o transporte de contentores vazios que estão a pagar uma pipa de massa de armazernagem à APTG. A Mutualista Açoreana também me parece que está a perder carga na ilha Terceira por falta de agressividade dos seus funcionários. Não há dúvida que a BoxLines é o armador que mais pessoas contacta na Terceira para oferecer preços e os frutos estão à vista.

Manuel disse...

Caro Visitante, cada um tem que fazer o melhor por quem lhe paga o ordenado, e se nesse aspecto na Terceira a Boxlines tem gente com garra melhor para a BoxLines.
Na graciosa voçê deve saber que percentagens posicionam cá os 3 Armadores, se lhe fôr possivel dê uma vista de olhos.
Quanto à Transinsular, ouvi dizer que está menos organizada, e até circulam outros rumores que estará à venda, enfim talvez seja apenas coisas que se dizem.
Cumprimentos volte sempre,
Manuel