Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Island Escape.

Scandinavia 1982 - Stardancer 1985 - Viking Serenade 1990 - Is. Escape 2002.
MS Scandinavia.
O Is. Escape pertence a Thompson Cruises desde 2009, dentro da qual opera baixo a marca Is. Cruises (com dedicação mais informal e menos etiqueta a bordo) que as usuais em cruzeiros. Trata-se do cruiseferry MS Scandinavia construído em 1982 para Dubigeon-Normandie S.A., Nantes, France para a Scandinavian World Cruises (compañia filial da DFDS) sendo então o maior ferry do mundo. Entre 1985 e 1990 opera baixo o nome de MS Stardancer.
Fotos 1 a 3 (©): cruisecritic.com
MS Viking Serenade.
Em 1990 é adquirido pela Royal Caribbean Cruise Lines operando como MS Viking Serenade, sendo submetido em 1991 a uma profunda remodelagem o transformando em um verdadeiro navio de cruzeiros. Perde as cobertas para veículos que se transformam em camarotes e zonas comuns, se encurtou a sua chaminé e se lhe acrescentou o clássico Sky lounge da RCCL (mais de 75 M$ da época). O barco aumenta o seu peso que supera agora as 40.000 toneladas. Em 2002 é transferido à Is. Cruises (subsidaria de RCCL).
Comp.: 185.0 m. Boca: 27.0 m. Calado: 6.8 m. Pax: 1863. V. cruzeiro: 18.0 kn.
Island Escape.
Em Novembro do passado ano entra em doca seca nos estaleiros de Lisnave em Setúbal submetendo-se a uma intensa renovação de pavimentos e zonas comuns por um valor total superior a 5 M€. O Island Escape, às 1530h do passado dia 5 Fevereiro, abandona os estaleiros de Setúbal (após da posta a ponto) e fondeia em a foz de Setúbal, partindo no dia 6 à primeira hora para Tenerife. Em algum momento da travesía teve problemas, (provavelmente de motores), já que o rebocador de alto mar Miguel de Cervantes, saiu de Santa Cruz às 0900h del día oito para acompanhá-lo nos seus 50 mn até porto, onde os rebocadoresVB Tenerife e VB Risbán o auxiliaram nas tarefas de atracação.
Is. Escape, VB Tenerife, Miguel de Cervantes e VB Risban.
Uma das saídas noturna em provas. Por fora: Mein Schiff.
Inicia-se à sua chegada uma frenética atividade de reparo no navio, que pelas noites sai a altamar realizando um anel em provas de umas 40 a 60mn durante a cada noite , voltando a porto à manhã seguinte. De novo reparos de dia e de novo o mesmo, de noite (cinco ocasiões); recorda ao filme "Groundhog Day" ("Feitiço do Tempo" (*) ou "No dia da marmota"-esp-). Finalmente a última saída da quinta-feira parece que foi satisfatória já que o navio se incorporou em sexta (com uma semana de atraso) à sua programação de cruzeiros.
(*) Assim mesmo válido: "Neverending story" ou "A História Interminável".
(©) Copyright texto y resto imágenes: Antonio Sáez, Tenerife.

2 comentários:

Manuel disse...

Amigo sáez, Belo post, este Island Escape, é irmão do "Express Santorini", também nasceu em Dubigeon.
Saludos,
Manuel

antonio sáez disse...

Por lo que parece, 'nuestro' "Santo", es más solido que el Is. Escape. Saudações.