Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 20 de março de 2012

"Ilhéu do Lido" e "Ilhéu do Farol", as duas novas lanchas de Pilotos da APRAM,SA

Hoje as lanchas de Pilotos, "Ilhéu do Lido" e "Ilhéu do Farol" encomendadas pela APRAM,SA aos Estaleiros Navais de Peniche,SA, disseram Adeus à terra e aos estaleiros que as viram nascer, partiram ao inicio da tarde com destino ao Porto de Lisboa, onde serão embarcadas no navio, "Ruby", da Boxlines Navegação, SA, com destino ao porto do Caniçal,  Madeira. Ao escrever este post estou a pensar nos homens que as construíram, hoje deve ter sido um dia especial,  talvez estejam tristes por verem as lanchas partir , mas certamente Orgulhosos do seu trabalho.
As duas modernas lanchas que serão certamente apresentadas de forma oficial, pelo seu construtor, são resultado de um projecto integrado da Camarc(design do casco), e Estaleiros Navais de Peniche, que elaboraram algumas alterações, visando um melhor e mais eficiente aproveitamento do espaço, como por exemplo o facto de estas possuírem uma espaçosa casa das máquinas, o que  facilita certamente a operação de manutenção/reparação, tendo este trabalho de optimização sido levado a cabo pelo Departamento Técnico dos  ENP, que para este projecto teve como responsável o Eng. José Miguel Silva. De realçar que estas duas lanchas foram construídas dentro do prazo estipulado (6 meses), colocando os Estaleiros de Peniche, como uma bandeira da construção naval nacional, tendo dentro do segmento de lanchas de Piloto, levado a cabo até ao momento 8 construções que executam com distinção as suas funções ao serviço da Pilotagem e dos Portos Nacionais.
Mais uma vez a construção naval nacional, está de Parabéns, assim como o serviço de Pilotagem da APRAM, SA, que contará a partir de agora, com duas modernas unidades de apoio ao nível da imagem e do trabalho que executam.
Alguns dados técnicos:
Nome: Ilhéu do Lido
Casco: C 987
Matricula: FN-176-AL
MMSI: 255 670 690
Comprimento: 12,52 mts
Boca: 4,10 mts
Calado: 0,85 mts
Pontal: 1,81 mts
Motorização: 2 x Iveco N67 350 hp 3000 rpm
Velocidade máxima: 24 nós
Velocidade de serviço. 20 nós
Lotação: 6 pessoas
------------------------
Nome: Ilhéu do Farol
Casco: C 988
Matricula: FN-177-AL
MMSI: 255 670 740
Comprimento: 12,52 mts
Boca: 4,10 mts
Calado: 0,85 mts
Pontal: 1,81 mts
Motorização: 2 x Iveco N67 350 hp 3000 rpm
Velocidade máxima: 24 nós
Velocidade de serviço. 20 nós
Lotação: 6 pessoas
(©) Copyright fotos: Eng. José Miguel Silva/ ENP,SA

5 comentários:

Victor disse...

Boas noticias. Meus parabéns aos Estaleiros Navais de Peniche e à APRAM. Suponho que deve ir uma para o Caniçal e outra para o Funchal

Anónimo disse...

Boas por um lado os portos da Madeira estão de parabéns pela nova aquisição por ter construído em Portugal dando assim trabalho aos estaleiros numa altura de agonia, oxalá que dêem uma boa manutenção ais lanchas de piloto visto que estão a reduzir custo mas no mar mais vale prevenir que remediar
cumprimentos
Amílcar Miranda

Manuel disse...

Amigo Victor, tem razão uma será para o Caniçal e outra para Funchal, são duas belas e modernas lanchas, dois equipamentos marítimos made in Portugal, tal como referi Parabens aos ENP e à APRAM.

Um Abraço,
Manuel

Amigo Amilcar, diz e diz bem na minha opinião, não conheço o funcionamento da APRAM, mas penso que não vão correr esse risco.
Quem quiser evitar avarias tem que investir na manutenção.
Um Abraço
Manuel

Luciana disse...

Conheço muito bem esses pilotos porque trabalhei neles.Sou "técnica de construção e reparação naval" nos ESTALEIROS NAVAIS de PENICHE SA. Foi bom trabalhar neles e um grande orgulho vê-los partir. Esperemos que sejam muito úteis na Madeira, quem sabe um dia ainda os irei ver atracados nos portos aos quais estão destinados.

Manuel disse...

Obrigado Luciana pela visita e comentário. Alguns dos trabalhadores dos ENP eu conheço-os pessoalmente, gente boa. Quem sabe se depois de visitar estas lanchas na Madeira não visita a "Rainha do Atlântico", pergunte ao Eng José Silva, qual será essa magnifica lancha.
Cumprimentos e volte sempre
Manuel