Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

terça-feira, 13 de março de 2012

Nos bastidores do Porto de Leixões


A SIC visitou os bastidores do maior porto artificial de Portugal. 25% do comércio externo português por via marítima passa por Leixões. Os clientes do norte do país e da Galiza procuram cada vez mais Leixões. Comentários de Matos Fernandes, Presidente da APDL; Cmdt. Rui Cunha, Director de Operações Portuárias do Porto de Leixões; Gomes Santos, Director de Operações Portuárias do Porto de Leixões.
Fonte e vídeo públicado por: www.portosdeportugal.pt.

4 comentários:

Repsoland disse...

O maior porto artificial do país é o de Sines, penso eu. Em carga movimentada nem vale a pena falar. A diferença é abismal, mas em dimensão de molhes artificiais (exteriores) também. E há que distinguir entre molhes de enrocamento e molhes realmente atracáveis e dentro desses a largura de cada um. Não esquecer que parte do porto de Leixôes aproveita uma "zona de rio" ou seja o porto interior. O que é que eles consideram artificial? É que se formos a falar de tudo o que é linha de atraque artificial será o de Lisboa. Os molhes exteriores do porto de Sines somam mais metros que os de Leixões mas todos eles só são atracáveis em duques d´alba. O Porto de Leixões está até limitado no tamanho de navios que lá pode entrar e no porto interior nem se fala. Bom, isto cada um reclama para si os rankings que quer. É preferivel somar terminais em Leixões que mais não passam que consolidação de margem de rio ou os terminais de Sines dos contentores, carvão etc conquistados ao mar? E se formos a falar realmente de portos com molhes exteriores com grande linha de atraque teriamos de ir é para as ilhas, nomeadamente Ponta Delgada, Funchal etc. Isto do "maior porto artificial" daria muito que falar. Maior em quê?

Toneladas movimentadas em 2011:
Sines: 25.792.154
Leixões: 16.363.347

Em GT dos navios entrados a diferença também é abismal a favor de Sines.

Eu compreendo que o pessoal do norte queira defender a sua dama mas o Porto de Sines está a dar uma coça em toda a gente e o que já está a crescer em contentores este ano dou 1 ano ou 2 para ser o maior porto nacional também nesse item. Mas o maior problema de Leixões é que para crescer além do que já cresceu (terminal de cruzeiros) fica dificil. Só crescendo para fora e isso exige molhes exteriores e muito dinheiro. Em Sines pinga dinheiro de Singapura. Em Leixões não.
Para mim portos ariticiais conta só da linha de costa para fora. Porque senão artificiais são todos. A parte do Porto de Leixões que foi realmente conquistada ao mar, essa sim é que eu chamo de "Porto Artificial".

Manuel disse...

Boas Caro Visitante, Obrigado pelo comentário, interessante sem dúvida a sua reflexão.
Já agora aqueles gigantes da MSC que passam em Sines, será que conhece algum site ou blog onde se possa observar esse belo movimento portuário?
Um Abraço,
Manuel

Repsoland disse...

Bem, assim de repente temos o site do porto de Sines que é: www.portodesines.pt
Não explorei todo o site para ver se tem webcams como o de Leixões tinha. Um bloger que costumava dar algum espaço a esses gigantes da MSC era o José Modesto no seu habitual blog. Depois é uma questão de procurar por sites/bogs de spotting de navios em Portugal.

Manuel disse...

Obrigado pela resposta, o blog do amigo José Modesto conheço sou seu seguidor e por vezes até publico fotos dele.
Espero que Sines continue a sua evolução, como gostaria eu de ver in loco um gigante da MSC, enfim tenho que esperar pois a troika não quer coisas dessas.
Um Abraço
Manuel