Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 18 de março de 2012

N/M "TK ISTANBUL" na Praia da Vitória

O já nosso conhecido N/M "TK ISTANBUL" (ver aqui) regressou ao porto da Praia da Vitória para uma descarga de 4.600 toneladas de milho francês carregado em Fos-sur-Mer  perto de Marselha para o recebedor UNICOL, UCRL. Com 30 anos de existência este navio continua no mercado competindo e disputando fretes principalmente no Mediterrâneo, tal como nos foi dito. Após uma primeira escala no porto de Ponta Delgada para alijar carga, deixará para a Empresa de Operações Portuárias da Praia da Vitória - OPERTERCEIRA a árdua e morosa tarefa de limpar aquelas horríveis cavernas expostas, e eu já começo a pensar que é propósito, mas isso sou eu que sou de má língua. Constitui-se a si próprio como o quinto na nossa contagem da época 2012 perfazendo um total de 19.605 toneladas de cereais/aditivos para rações descarregadas no nosso pequenito porto.
(©) Copyright texto e fotos: Cmdt Rui Carvalho, Praia da Vitória.

3 comentários:

victor disse...

Costumavam aparecer navios destes turcos no porto do Funchal mas era mais com ferro desde Iskenderun etc. Estranho também a origem deste carregamento de cereal. Habituei-me a ver carregamentos de cereal francês para a Madeira mas eram quase sempre de portos franceses no Golfo da Biscaia tipo La Pallice etc. Há muitos anos atrás vinham em graneleiros gigantes desde os EUA para o Funchal e Ponta Delgada ficando vários dias em cada um destes portos até descarregarem a quantidade necessária. Alguns tinham o tamanho de verdadeiros super petroleiros.

Manuel disse...

Amigo Victor, sabe o que penso quando vejo estes navios na PVT? Penso quando chegará um com cereal vindo de portugal continental, já viu a quantidade de cereal que importamos, era engraçado saber qual o deficict na balança do cereal.
Um Abraço e boa semana
Manuel

Victor disse...

Manuel, acho que já cheguei a ver algum vindo de Lisboa com cereal para a Madeira. Resta saber se era mesmo cereal do Alentejo ou era cereal que veio dos EUA ou outro sitio e foi feito o transbordo no terminal para um navio mais pequeno.