Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

segunda-feira, 19 de março de 2012

N/M "ALLERDIEP​" na Praia da Vitória

Coincidindo a sua escala com a do N/M "TK ISTANBUL", veio com má sorte (ou não) pois a grua portuária GOTTWALD está seriamente avariada, o que provocará uma sobre-estadia do navio de pelo menos mais três dias. Será o sexto navio de cereais/aditivos para rações da época e manifesta 3.750 toneladas de milho para o recebedor TERCEIRENSE RAÇÕES, milho originário do porto francês de La Rochelle, o que resulta num total de 23.355 toneladas descarregadas na Praia da Vitória desde o início do ano. Fora isto, desde há pelo menos uma década que se tem manifestado junto às entidades (ir)responsáveis que pelo porto da Praia da Vitória têm pass(e)ado para a necessidade de redundância que estes equipamentos exigem. Não se consegue entender como se pode garantir com profissionalismo e competência, importantes serviços portuários apenas com estados de alma e esperanças de que tudo corra pelo melhor. Que raio de estratégia é esta que privilegia a reabilitação de uma estrada panorâmica em Angra do Heroísmo no valor de 2.5 milhões de euros para que os Terceirenses possam passear junto ao mar nos domingos soalheiros, e permite que um porto não tenha equipamento para descarregar navios e assim ajudar os nossos Stakeholders em tempos tão difíceis?!!
(©) Copyright texto e fotos: Cmdt Rui Carvalho, Praia da Vitória.

6 comentários:

Anónimo disse...

Senhor Emanuel, o nosso amigo Francisquinho iria delirar com este navio, ele ama estes barcosinhos.

Beijinhos

Catarina

Manuel disse...

Boas Catarina, Obrigado pelo comentário e visita, eu bem lhe digo que devia ir para os porta contentores, mas ele prefere tanques.
Cumprimentos e volte sempre
Manuel

Victor disse...

Manuel, eu que às vezes passo mal em navios devo dizer que embora eu seja um pouco suspeito para falar, apanhar um mar da Biscaia numa "coisinha" destas versus num navio tanque de uns 274m e muitas toneladas deve ser bem diferente. hehehe.

Manuel disse...

Exactamente amigo Victor, nesses dias sopa não deve haver, não será certamente o melhor para essas situações.
Abraço,
Manuel

Anónimo disse...

Catarina.

Ola,

O Francisquinho sabe o que são navios pequenos ele ja andou num ou outro assim, não sei se tão pequenos cmo este, mas eram pequenos, e tambem ele anda de veleiro, certamente deve de conhecer essas coisas e como é, não sei, o que sei é que ele baba para estes navios, diz que são lindos, dão luta e que sobem rios Loool

Cumpts


Catarina Almeida

Manuel disse...

Olá Catarina, eu sei que o nosso Francisco gosta de vela e afins e de navios como este, apenas dizia isso porque ele que nesta altura um navio tanque.
Abraço,
Manuel