Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

domingo, 29 de janeiro de 2012

O N/M "Ruby", navegando rumo a Leixões

N/M "Ruby", navegando hoje rumo a Leixões. Captura do prog. Localizatodo
 "Excelente" ideia tiveram os reponsáveis da, Boxlines Navegação SA, em retirar o N/M"Ruby", da linha dos Açores, pensando bem num espaço curto de tempo registei a despedida do N/M "Ruby", a estreia do "Ponta do Sol" e em breve a estreia do "Furnas", estreias que obviamente me deixam contente, mas... Enquanto por cá notícias não faltam ( avarias, trocas e afins), na linha da Madeira o N/M "Ruby", mantém a sua habitual regularidade e pontualidade, ainda não perdi a esperança de um dia o voltar ver.

3 comentários:

Anónimo disse...

Ola amigo manuel, vejo que isso ai esta tudo trocado, pois o ponta do sol....
eu estou longe, e aqui ja o sol nasceu :P esta a hora de ir trabalhar, o navio sai nos ser entregue amanha, amanha ja saimos com o navio, vamos fundear e fazer bancas, dia 2 suspendemos com destino a ras tanura, na arabia Saudita :P sao 26 dias de viagem, hehehe :P
estou tao feliz:P

sempre que poder, vou lhe enviando uma ou outra foto:P:P:P

um grande abraçoooo

F.N

ps. se responder, responda para o meu emmail:P

Victor disse...

Manuel, é pena que não se arranje um navio que dê garantias nessa linha. Mas parece que a crise neste país chegou a todo o lado incluindo o mundo maritimo e hoje foi um dia muito triste também na Madeira. A última escala do ferry da ARMAS. Mais umas vez as ilhas portuguesas são as únicas que não têm ligação ferry com o continente. Entre choros, gente revoltada e indignados, sente-se que as pessoas baixaram os braços. Sente-se que existe uma certa apatia, um estado de coma... um esperar para ver que não mais é do que um hino à expressão que está muito em voga:"To kick the can down the road". Tapar os olhos, olhar para o lado, meter a cabeça debaixo da terra... depois amanhã logo se vê, tentando ignorar que fazer-se como a avestruz é ter a certeza que amanhã tudo vai estar igual ou pior, principalmente pior.

Manuel disse...

Amigo Francisco, Um grande abraço para a Coreia.
Manuel

Amigo Vitor, acabei de enviar um mail a um amigo explicando a minha opinião sobre a Armas, e não querendo dizer aqui publicamente tudo o que penso, digo simplesmente que existe um lobby anti-ferry no país, e que já fez e continua a fazer das suas.


Vitor nós não lutamos porque temos familia, e temos que a alimentar, esta suposta democracia é muito muito relativa.
Não é a opinião do povo que importa, o que importa é a opinião do capital, nós somos meros palhaços.

Um Abraço
Manuel