Tanto o transporte marítimo como os portos devem ser pensados, não como entidades separadas, mas como componentes
interligados, como duas peças de uma engrenagem" Koji Sekimizu , Secretário-Geral da IMO

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

O Fantástico e Excepcional "Dockwise Vanguard"

Montagem de MM Bettencourt
A Dockwise é uma empresa Excepcional, um Lider , nasceu em 1993 da junção da Wijsmuller Transport e da Dock Express Shipping, junção que visou criar a maior e mais versátil  empresa  no segmento de transportes pesados oceânicos, conta com uma frota de navios semi-submersíveis, sendo o maior o "Blue Marlin", mas em outubro  deste ano, será suplantado pelo Fantástico e Excepcional novo navio da empresa o   "Dockwise Vanguard", em construção nos estaleiros Sul Coreanos da Hyundai.
As sua dimensões e capacidade de carga deixam-me fascinado, o navio terá um comprimento de 275 metros, por 70 metros de boca, sendo que terá a capacidade de submergir 16 metros afim de poder carregar cargas com peso e dimensão excepcional. Para além de  um desgin evoluído destaca-se ainda o facto de 4 das 5 secções de casario serem moveis, facilitando o carregamento de determinadas cargas. 
Como é nesta altura um tema actual, fiz uma montagem com "Dockwise Vanguard", transportando o "Costa Concordia", lembro que a sua capacidade de carga situa-se nas 117 000 MT.
(©) Copyright fotos, imagens e info : Dockwise, Holanda.
Dockwise Vanguard
Tipo: SSHTV (Semi-Submersible Heavy Transport Vessel)
Comprimento: 275 mts
Boca: 70 mts
Boca máxima: 70,55 mts
Calado máximo: 15,50 mts
Calado máximo submerso: 31,50 mts
DWT: 117 000 mt
Velocidade: 14 nós
Em construção nos estaleiros Hyundai, Coreia do Sul.

2 comentários:

Rui Carvalho disse...

Caro MMB

Gostei muito da montagem do "COSTA CONCORDIA" (CC) em cima da "DOCKWISE VANGUARD".
Muito actual e assertivo.
Poderá ser uma solução se conseguirem bombear as milhares de toneladas de água do interior do navio depois de selados todos os orifícios como é óbvio.

Abraço

ErrE

Abraço

ErrE

Elvio Leão disse...

Boas
Adoro ver os Heavy Lift em operação, fico sempre fascinado. E então os semi submersiveis ainda mais.
Cumprimentos
Elvio